Saturday, 24 September 2011


Para todos aqueles (milhares, quase milhões) que andavam curiosos para saber do paradeiro da bicicleta, tenho um comunicado a fazer. A bicicleta foi para a Patagónia, deixando-me sozinho nesta ilha, à mercê dos kms a pé, do autocarro, do comboio e do metro.
A todos aqueles que a chegaram a conhecer, um momento de silêncio.

R.I.P.



time to go home.
Let me bring you songs from the woods
Those that make you feel much better! 

 


wow evening.

Basiu - o até já


Calor, cor!, lugares deslumbrantes, as pessoas, os cheiros; e emoções à mistura são apenas algumas das memórias que, até o tempo as nublar, aqui perdurarão.

Saturday, 17 September 2011

Brasiu - lugar de deuses



Agra. A cerca de duas horas e meia de viagem do Rio. Um lugar afrodisíaco.










Friday, 16 September 2011

Brasiu - aprender a voar

Ontem à noite recebemos, a meio da tarde, um telefonema do Giovanni:
- Amanhã vai estar bom tempo para voar, sempre é para vir? - pergunta o Flôr.
Aqui está a resposta.








Cereja em cima do bolo: o video do voo! ahahah Façam boa viagem :)

video


Thursday, 15 September 2011

Brasiu - o pequeno centro

Sim, o Rio não é só praia, montes, sol, havaianas e caipinha. Também tem um centro :p
Forçado a usar pouco a câmara, pouco ficou por registar com a câmara também.
Movementação frenética de pessoas, carros, sons, música; edifícios gigantes, que nos remetem para a nossa pequenês... edifícios que nos esmagam a alma. Estradas largas, enormes, capazes de acolher mais de mil carros.


Um centro que mostra fielmente a dimensão e grandeza populacional que aqui jaz.  

Wednesday, 14 September 2011

Brasiu - entering the slums


Dia D. O tempo hoje não estava o mais convidativo e, à falta de propostas, veio ao de cima a favela. Não é o local mais bonito do mundo para se visitar e, só o facto de o visitar-mos já quase torna a coisa como um espectáculo. Porém, não foi esse o motivo que fazia mexer até lá.




A favela mexia comigo pelo aspecto cultural enerente a ele. A contrução assimétrica, desorganizada, impulsiva, erguida pela necessidade e não pelo luxo ou conforto; a tensão que se sente no ar... aqui o instinto de sobrevivência, para quem acorda e percorre estas ruas todo o dia, deve estar bem alerta!
Não tendo confiança para ir dentro delo complexo do Alemão, ficou registada na pele uma experiência externa, ainda que por dentro dele.




Passando de morro em morro, tivémos de sair na última paragem para voltar a entrar. E é de cortar a respiração saíres da "estação" de tua casa com 5 homens de metrelhadora ao ombro, a controlar o ambiente do local onde moras. Mais impressionante que isso, só mesmo a dimensão que as favelas cá atingem, e a panóplia de cores e texturas que nelas está presente. Para quem não sabe, esta favela não é a maior do Rio, e tem somente cerca de 100mil habitantes.


Apesar de toda esta aparente falta de condição humana, a verdade é que muita gente há que sempre viveu assim, não aspira e, quando forçados, rejeitam por completo o modo de vida do homem da cidade contemporânea.

Brasiu - back to town

Cabo Frio; terra de magníficas e longas praias. Local onde nos aposentamos nestes dias e, pelo que soubemos da gente daqui, um local a evitar a todo o custo no Verão, de tanta a gente que trás . 







Porém, o que é bom não dura sempre. O serviço de meteorologia previa chuva tempo a partir de hoje pelo que se decidiu arrumar a trouxa e voltar para casa, também pela quantidade de coisas a ver no grande Rio.







Vendo a cidade em tons mais cinza, fica o desejo que o tempo mude, para que possa ainda ir andar de asa delta...

Brasiu - terra de búzios

De manhã cedo nos aprontamos para o nosso segundo dia de "passeio" em terras de samba e bem dizer. Paragem: Búzios. Mais uma pequena e simplória aldeia piscatória, "apareceu" nos mapas com a passagem de Brigitte Bardot por estas bandas, na década de 60. A partir desse momento, muito do mercado de turismo veio-se cá instalar, preenchedo neste momento grande parte da costa desta zona.




Local pacato e sereno, excelente para uma pausa, debaixo do chapéu de palha, a água de côco, a fina areia e o quente mar brasilhenho ahah





Num aparte, vi hoje, finalmente, a lua no brasil!!! (está mesmo acima dos cabos de electricidade). :P